Make your own free website on Tripod.com

morim, coloquetudo dentro da abóbora, amarre com a sfitas, e despache em um morro, pedindo a YEMANJÁ para que resolva os problemas da pessoa.

5° búzio aberto representa Osun e o
Odú Oshe.
Ebó de OSUN OSHE
1 panela com tampa (de barro)
5 fitas de um metro com 5 cores: azul, amarelo, rosa, branco e vermelho
5 acaças
5 obís
5 velas
5 bolas de arroz
PROCEDIMENTO: em noite de lua cheia de uma quinta-feira, arriar a panela no chão, passar tudo na pessoa e ir colocando dentro da panela.
Quando chegar na vez dos obís, em cada um deles, a pessoa faz um pedido. Leve a panela para o mato, acenda em sua volta as cinco velas. No caminho de volta vai se jogando no mato os obís, um de cada vez pedindo a Osun para que resolva os problemas.

6° búzio aberto representa Osossì, Sàngó e Logun Ede e o Odú Obará.
Ebó de OBARÁ
6 acaças (ekos)
6 moedas
6 acarajés
6 ovos cozidos descascados
6 velas brancas
6 búzios fechados
6 pregos virgens
6 gotas de azougue
1 terrina (sopeira) branca
6 imãs
PROCEDIMENTO: passa-se tudo na pessoa e vai arrumando na terrina. Por último pingar as 6 gotas de azougue por cima. Colocar em um caminho de mato limpo e pedir tudo o que quiser alcançar de bom.

7° búzio aberto representa Osossì, Obaluayé
e Ossoguian e o Odú Odi
Ebó de ODI
70 moedas correntes
1 alguidá (oberó) pintado de branco
1/2 Kg de milho branco bem cozido
1 porção de milho amarelo cozido
7 acaças (ekós)
1 vela branca de 7 dias
7 folhas de amendoeira
1 orobô
mel e azeite doce
PROCEDIMENTO: arrumar no alguidá as 7 folhas de amendoeira, derramar o milho amarelo e em cima o milho branco (ebô). Em volta colocar os acaças e em cima do monte de ebô cikicar o orobô. Derramar o azeite doce e o mel. Acender a vela de 7 dias no mato em um caminho verde onde deve ser despejada a obrigação.

  E por último o cliente pega as moedas e coloca tudo sobre a obrigação, fazendo os pedi-dos.

8° búzio aberto representa Ossoguian
e o Odú Egionelê
Ebó de Egionelê
8 palmos de morim branco
8 acaças brancos
8 bolas de inhame cozido
8 acaças amarelos (ekindins)
1 bacia de ebô (canjica)
8 pedaços de 1 metro de fita branca
8 pedaços de 1 metro de fita azul-clara
8 velas
PROCEDIMENTO: em um mato limpo arriar o morim no chão, arrumar tudo em cima. Por último acender as 8 velas a sua volta, pedindo tudo que desejar a Odú.

9° búzio aberto representa Oya-Iansã
e o Odú Ossá
Ebó de OSSÁ
9 palmos de morim vermelho
1 cabaça grande
9 acaças
9 bolas de arroz cozido
9 ovos cozido sem cascas
1 obí
1 orobô
9 búzios fechados
mel e azeite de dendê
PROCEDIMENTO: serrar a cabaça na parte de cima, retirando o gargalo. Começar a arrumar todos os ingredientes dentro da cabaça. Depois vai para uma colina. Quando lá, levantar a cabaça bem alto, acima da cabeça, e chamar pelo Odú de Ossá para que venha receber sua oferenda e pedir o que desejar. Arriar em cima da colina.

10° búzio aberto representa Osalufan
e o Odú Ogiofun
Ebó de OFUN
1 pombo branco
1 obí
1 vela
1 bandeira branca
1 acaça
100 moedas correntes
mel e azeite doce
PROCEDIMENTO: a pessoa acende a vela e segura com sua mão esquerda. Com a mão direita segura a bandeirinha. O zelador passa o acaça, as moedas e joga-as no mato. Ao lado dos pés da pessoa o zelador pinga um pouco de mel e azeite doce ( um pouco em cada pé), passa-lhe o Erele (pombo) e o solta. Invoca o Omu-Odú "ONI", quinto de Ogiofun, para que sirva aquela oferenda para lhe trazer tudo o que está precisando.