Make your own free website on Tripod.com



 

dezembro de 1973, ficando hospedado na casa de amigos.
No dia 4 de janeiro de 1974 arrumou emprego como servente de obra no prédio esqueleto do Anhembi e, também, moradia no mesmo lugar. Foi aí que encontrou a famosa abelha de ouro com olhos de rubi, a qual mais tarde ofereceu a seu Santo Ibá d'Oxum. Passando alguns meses, saiu da obra e com o dinheiro da indenização fez o santo. Ficou trabalhando na casa até conseguir emprego num almoxarifado de uma firma. Então mudou-se para uma casa pequena e iniciou seus trabalhos como Pai de Santo, a pedido de Osum, seu Orixá de cabeça.
 

Em 78, rendido a uma paixão, Pai Cido casou-se e em 79 nasceu Gabriela para sua alegria.
Em 81, completando os sete anos de feitura de santo, Pai Cido recebeu o cargo com o Pai Bobó, vindo do Ase Osumare da Bahia.
Separou-se da esposa no ano seguinte, mas dois anos mais tarde Gabriela veio morar com ele. Hoje, aos 13 anos, quase moça, Gabriela já raspou a cabeça e se prepara para ser herdeira da casa do Pai.

Dna. Zilah, que há alguns anos morava com o filho, faleceu em 1990. Pai Cido ainda sente a dor desta partida, pois foi a mãe quem sempre o apoiou em seus momentos difíceis.